Sou passarinho. Sou livre, sou saudade.

sábado, outubro 15, 2016


Sou passarinho, no passinho que vai depressa, procurando o tempo que perco e sempre escorre pelas minhas mãos. Atrasada! Esse é meu sobrenome, no tempo, na vida, atrasada pra te encontrar mas deixa eu te contar, sou amada, por ele que eu consigo parar e pelas voltas que eu consigo dar, "grazadeu" o mundo gira. Sou livre, eu corro, eu grito, eu rodo a baiana, uso solto, preso, rosa, sou liberdade, sem as correntes do passado, sem você, sem ela, então sou saudade. Não consigo acompanhar, dos passos apressados, ela cresce e me olha, volta, ele não volta, só faz escapar.

Essa viajem é confusa, gosto dos brindes que ela dá.. As pessoas. Que gritam, confundem e mentem, faz parte e ele só faz passar. Talvez eu não goste tanto assim.. Mudou a cor da foto, era preto no branco, nas pontes gingantes, ah Recife é verão à verão, não há um inverno se quer, quem me dera ser assim ê inveja de verão e juro que não é uma mulher.

Pedir que ele volte não rola mas bem que o tempo poderia facilitar, me dar mais 5 minutos com a Ana que me fez par.


Ingrid 4h19 

  • Share:

You Might Also Like

1 comentários

  1. Amei o post, uma verdadeira poesia. Adorei parabéns 😊

    Www.jusantiago.com

    ResponderExcluir